Após a reportagem do site Intercept Brasil que mostrava coordenação irregular entre o ex-juiz e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e o procurador Deltan Dallagnol, a imagem positiva caiu cerca de 10%. A pesquisa feita pelo Atlas Político informa que não houve o mesmo tipo de reação para nenhum outro ministro ou para a avaliação geral do governo Bolsonaro.

A maioria, 73,4%, soube da reportagem. A reação, no entanto, foi dividida; 41,9% concordam que o juiz cometeu abusos no processo do ex-presidente Lula, e 40,8% discordam. Ainda assim, 58% acham que é incorreto um juiz aconselhar e manter conversas privadas com membros da acusação ou defesa de um réu, e consideram que Moro deveria sofrer sanções disciplinares por agir desta forma.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário