O governador Rui Costa (PT), considerando os danos decorrentes das inundações que atingem a população de Jacobina e afetam as atividades econômicas, decretou situação de emergência, conforme publicação no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (23).

A decisão se deu considerando as informações prestadas pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil (SUDEC) e com intuito de preservar o bem-estar da população.

O decreto vale por sessenta dias, retroagindo seus efeitos a 05 de abril de 2019.

No início do mês a prefeitura de Jacobina montou um plantão intermitente com equipes de diversos órgãos municipais depois que a cidade foi atingida por fortes chuvas.

Em menos de quatro horas a cidade registrou 180mm de chuva entre o período de 1h30 e 4h da madrugada. Os estragos foram notados na sede e na zona rural do município.

A Rua Margem Rio do Ouro, principal logradouro do bairro do Leader, teve inundações em residências e comércios, desabamento em uma residência, queda de duas pontes de acesso à uma escola e também de acesso a uma residência, rompimento de rede água e danos à pavimentação (veja aqui).

No dia 18, a prefeitura assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público estadual para regularizar as áreas com risco de inundações e deslizamentos na cidade.

O município vai elaborar um documento conhecido como ‘Carta Geotécnica de Aptidão à Urbanização’, no prazo de 20 meses, considerando o risco geológico e de áreas inundáveis, para nortear a ocupação do espaço urbano.

 

BNews

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Ex-vereador e Ex-presidente da Câmara de Vereadores de Jacobina, Carlos de Deus é formado em Administração de Empresas pela Universidade Norte do Paraná. Diretor-presidente do jornal Tribuna Regional e do site TrAgora.

Deixe Um Comentário