Após serem citados na reportagem do site The Intercept publicada neste domingo (9), o Conselho Federal da OAB recomendou nesta segunda (10), o afastamento do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro e do procurador da Lava Jato, Deltan Dallangol.

O colegiado da entidade se reuniu e pediu “prudência”, mas disse que “não se pode desconsiderar, contudo, a gravidade dos fatos, o que demanda investigação plena, imparcial e isenta”. “Este quadro recomenda que os envolvidos peçam afastamento dos cargos públicos que ocupam, especialmente para que as investigações corram sem qualquer suspeita”, disse, em nota. Radar

COMPARTILHE

Sobre o Autor

*Atuou como Repórter nos jornais O Paraguaçu (Itaberaba/BA), Primeira Página (Jacobina/BA) e Oeste Hoje (LEM/BA). Sites: Camaçari Fatos e Fotos e Nossa Metrópole (Camaçari/BA). Atualmente, edita o portal TRagora e é Repórter do jornal Tribuna Regional.

Deixe Um Comentário