O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou nesta quarta-feira que o candidato escolhido por seu bloco para disputar a presidência da Câmara no ano que vem é Baleia Rossi (MDB-SP).

O bloco une onze partidos de centro e esquerda: DEM, MDB, PSDB, PSL, Cidadania, PV, PT, PSB, PDT, Rede e PCdoB. Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) também era cotado como potencial candidato de Maia, mas não foi escolhido pelos líderes.

O anúncio foi feito na presença de Aguinaldo Ribeiro, de Isnaldo Bulhões (AL), futuro líder do MDB na Câmara e do presidente Rodrigo Maia. Eles fizeram um pronunciamento sem espaço para perguntas dos jornalistas.

— (Maia) teve um papel fundamental de garantir a independência da nossa Casa, da Câmara Federal, e nesses último dois anos colocou a nossa Câmara dos Deputados como protagonista dos grandes debates na nossa nação — disse Baleia Rossi.

Ele citou a frente ampla de legendas unidas no bloco. Disse que, com a união entre centro e esquerda, há “total perspectiva” de vitória.

Baleia Rossi é presidente do MDB. Em reunião mais cedo nesta quarta-feira, deputados do PT manifestaram contrariedade à escolha de Baleia devido ao papel do MDB no impeachment da presidente Dilma Rousseff em 2016. A própria Dilma se manifestou contra o nome, assim como Fernando Haddad.

Ainda assim, a bancada do PT na Câmara optou por não vetar Baleia. Parte dos deputados defende lançar um candidato petista para a disputa, mesmo integrando o bloco de Maia. Líderes das demais siglas, porém, acreditam que o PT terminará cedendo. Como parte do bloco, o PT terá direito à vice-presidência da Câmara caso os partidos saiam vitoriosos.

Baleia está no segundo mandato como deputado federal. Antes, passou três mandatos como deputado estadual em São Paulo.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário