O senador Jaques Wagner (PT) justificou seu voto contra a reforma da Previdência na terça-feira.
Segundo o petista, embora a oposição tenha conseguido, a partir da pressão popular e da articulação no Congresso, retirar pontos “cruéis do projeto”, o texto aprovado aprofundará as “desigualdades no Brasil”.
“Esta reforma reduz a renda dos mais pobres, dificulta aposentadorias e não onera as grandes fortunas e os mais ricos. É o peão pagando a conta do barão”, ressaltou.
“Por isso, nós, senadores do PT, não compactuamos com este projeto e seguiremos lutando por um país mais inclusivo e que tenha a justiça social e a geração de empregos como prioridade”, finalizou.
Bahia.ba
COMPARTILHE

Sobre o Autor

Ex-vereador e Ex-presidente da Câmara de Vereadores de Jacobina, Carlos de Deus é formado em Administração de Empresas pela Universidade Norte do Paraná. Diretor-presidente do jornal Tribuna Regional e do site TrAgora.

Deixe Um Comentário


Desenbahia
BAN-728-X90-PX-mulher