O governador da Bahia, Rui Costa (PT) não deve ser candidato ao Senado em 2022. A tendência é abrir mão da disputa para, segundo Rui, “manter a base unida”. O petista reforçou que ainda segue em diálogo com as lideranças políticas para acomodar as forças para a disputa eleitoral.

“Estamos conversando, estamos dialogando. Estamos apresentando o nome de Wagner. Temos apenas uma vaga para o Senado, tenho conversado e a prioridade é manter a base unida. Não há cenário. Não deve concorrer e devemos fazer composição. Não desconsidero. Ela é muito remota”, comentou durante entrevista a TV Bandeirantes.

De acordo com o governador, a prioridade seria eleger o novo governador do estado, que seria o atual senador Jaques Wagner (PT) e para a presidência, com o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva. “Temos que fazer composição política. Se fossem duas vagas seria mais fácil. Só temos três vagas, para acomodar toda a base. O cenário mais provável é que eu não dispute a eleição ano que vem”, finalizou.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário