O presidente da CPMI das Fake News no Congresso, o senador Angelo Coronel (PSD) classificou como graves as últimas declarações e aparições públicas do presidente da República, Jair Bolsonaro, frente a situação do coronavírus e a falta de comunicação entre os demais Poderes. Na avaliação do pessedista, o ex-PSL quer fechar as duas Casas Legislativas e tem isso como meta.

“Cada dia que passa ele demonstra que não está preparado para sentar naquela cadeira. Ou a gente tira Bolsonaro, ou ele vai fechar Congresso Nacional. Escreva o que estou lhe dizendo. É grave”, alarmou.

O ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia chegou a lançar uma enquete para o povo. “Eu queria fazer um questionamento aqui e vamos ver como vai ser nos próximos meses: primeiro cai Bolsonaro ou primeiro fecha o Congresso?”

A repercussão do presidente por insuflar as manifestações que pediram o fechamento do Congresso e do STF, no último domingo (15), apesar de ter feito um pronunciamento em rede nacional pregando o fim do movimento, deixou a maioria dos senadores e deputados federais inquieta.

Para Coronel, a ação só fez piorar a harmonia constitucional prevista para os poderes constituídos no Brasil.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário