O prefeito ACM Neto admitiu, na tarde desta quarta-feira (30), pela primeira vez abertamente, uma possível reaproximação do DEM, partido que preside nacionalmente, com o PDT. Questionado sobre a reunião marcada com a cúpula da legenda, o democrata confirmou a realização de um almoço nesta última terça, em Brasília, onde foram feitas análises sobre “o presente e o futuro do Brasil e as hipóteses de estreitamento das relações do Democratas com PDT em todo país”.
Participaram do encontro o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi; Ciro Gomes, ex-candidato a presidente da República e vice-presidente do PDT; Rodrigo Maia (DEM), presidente da Câmara dos Deputados; e o deputado federal baiano Elmar Nascimento, líder da bancada do DEM na Câmara. No entanto, Neto evitou entrar em detalhes sobre se haveria algum consenso em relação à liberação do secretário municipal de Saúde, Léo Prates (DEM), para se filiar ao PDT, e quais seriam as tratativas especificamente.
“É óbvio, tratamos também de assuntos referentes à capital baiana. Agora essa foi uma conversa inicial de aproximação. Essa aproximação dos dois partidos no plano nacional não está necessariamente ligada a uma aliança aqui em Salvador, mas é óbvio que não está descartada. O PDT é um aliado importante no Brasil e na Bahia, eu acho que positivo que a gente possa cultivar esse diálogo. Quais são os desdobramentos e consequências disso apenas o tempo é que vai se incumbir de dizer. Apenas por dever de lealdade e correção, confirmo que as conversas aconteceram e, se depender pelo menos da nossa parte, elas vão ter desdobramentos. Vão ser em Salvador, em outras capitais, onde vai acontecer isso? É prematuro dizer, vamos aguardar o avançar das coisas”, concluiu.
COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Desenbahia
BAN-728-X90-PX-mulher