Mesmo durante a pandemia do coronavírus, os protestos nas ruas estão ganhando força no Brasil. A promessa é de um movimento maior neste final de semana e não deve ser diferente na Bahia. Questionado sobre os movimentos nesta quinta-feira (4), o governador Rui Costa disse não ser favorável.
Durante uma live com o Valor Econômico, o petista disse não recomendar a participação e alertou que o movimento pode causar um aumento na transmissão da doença.
“Eu não recomendo participar. Acho que é arriscar a vida dos seres humanos porque mesmo que sejam jovens, eles voltam para casa. Boa parte dos jovens não moram sozinhos e isso vai causar uma disseminação maior da doença”, afirmou.
Rui voltou a criticar a postura de Bolsonaro, que vem minimizando o impacto humano da doença. O gestor estadual afirmou que o chefe do Executivo “se pauta pelo conflito”.
“O que ele faz é o que sempre fez. Ele não seguiu a carreira militar por fazer conflito, tanto que foi expulso. No parlamento, durante 28 anos, nunca foi referência em tema algum”, pontuou.
Segundo o último boletim da Secretaria de Saúde da Bahia, são 22.451 casos no estado e 762 mortes pela doença no estado.
COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário