O presidente da Câmara de Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a defender a suspensão do recesso parlamentar de janeiro para que pautas emergenciais sejam votadas. Nesta segunda-feira (14), ele repostou um tweet do senador Renan Calheiros (MDB-AL), que também é a favor da suspensão.
“Concordo plenamente e já disse isso publicamente. Sou a favor que o Congresso trabalhe em janeiro para aprovar, principalmente, a PEC emergencial. Não há outra solução, já que o decreto de calamidade não será prorrogado”, afirmou Maia.
Segundo o presidente da Câmara, uma das medidas que devem ser votadas com urgência é o PLP 137, que visa a liberação de recursos de fundos públicos para arcar com as despesas da pandemia do novo coronavírus.
COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário