Diante da possibilidade de o governador Rui Costa (PT) recuar e ceder a Casa Civil ao senador Jaques Wagner (PT), oferecendo então a Secretaria do Planejamento (Seplan) ao seu vice, João Leão (PP), o pepista garantiu que não assumiria a pasta caso o ex-senador Walter Pinheiro (PT), o atual titular, fique desamparado.

Em entrevista na tarde desta terça-feira (16), Leão fez questão de reforçar que não vê “problema nenhum” com a possível mudança de planos de Rui. “Secretário do governador é o governador quem diz. Ele é meu amigo. Se ele me colocar no Planejamento, eu vou”, contou o vice-governador.

“Se ele disser para eu ficar na vice, eu fico na vice. Não tem problema nenhum. O que queremos é o progresso do Estado. Eu tenho uma amizade tão grande que vou para onde ele disser para eu ir”, continuou Leão. “Não sei como vai ficar a figura de Pinheiro. Substituir Pinheiro e ele não ir para canto nenhum, eu não vou”, assegurou, à reportagem.

Uma eventual mudança do plano de colocar Leão na Casa Civil para movê-lo para a Seplan não alteraria a decisão de Rui de entregar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, hoje ocupada pelo líder do PP, para o ex-presidente da Assembleia Legislativa (AL-BA), Nelson Leal.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário