Um estudo realizado por pesquisadoras da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FespSP), divulgado pelo Valor Econômico na sexta-feira (3), aponta que robôs foram responsáveis por mais da metade das publicações favoráveis ao presidente Jair Bolsonaro no Twitter.

A pesquisa, feita por meio de ferramentas de ciência de dados, analisou 1,2 milhão de posts com a expressão #BolsonaroDay e concluiu que, desse total, 55% foram feitos por robôs. A “hashtag” foi alavancada em 15 de março, dia de atos de rua pró-governo, para homenagear o presidente.

O estudo identificou a ação de 23,5 mil usuários não humanos a favor de Bolsonaro em um universo total de 66 mil usuários que publicaram a expressão. #BolsonaroDay foi um dos dez assuntos mais falados mundialmente no Twitter naquele dia.

As pesquisadoras utilizaram o software com inteligência artifical “Goctha”, ferramenta similar à usada em estudos que analisaram a participação de “bots” em postagens sobre as eleições americanas, em 2016, e o Brexit.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário