De olho na eleição de fevereiro, os candidatos à presidência da Câmara dos Deputados vão intensificar a campanha nas próximas semanas em busca de votos.

Embora vários partidos já tenham declarado apoio a algum nome, a votação é secreta, e os parlamentares não precisam seguir a orientação da legenda. Por essa razão, os candidatos apostam nas chamadas “traições” para virar votos.

A busca por apoio envolve viagens pelo país, acordos por cargos na Mesa Diretora, além de promessas de um maior protagonismo dos deputados na definição da pauta de votações e relatoria dos projetos. Os candidatos também têm investido nas redes sociais, postando e interagindo mais a fim de ganhar mais visibilidade.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário