Líder do DEM na Câmara Federal e nome forte para assumir o comando da Casa em 2021, o deputado federal baiano Elmar Nascimento disse que o Democratas não deve esboçar nenhum tipo de reação à demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

A saída do ministro do governo de Jair Bolsonaro deve acontecer até esta sexta-feira.

“Não [deve se meter], porque ele foi uma escolha pessoal baseada numa questão técnica e não partidária”, falou Elmar.

Segundo ele, ACM Neto, prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, também não deve reagir. “A nomeação de Mandetta foi uma questão de Bolsonaro”, insistiu.

Questionado se enxerga motivos para abertura de processo de impeachment contra Bolsonaro, Elmar foi taxativo. “Não, zero. Ele [Bolsonaro] tem definido claramente uma postura, nada que converta em cometimento de crime para embasar um processo assim”, opinou.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário