O senador Angelo Coronel (PSD) virou alvo de críticas e ataques de seus eleitores, em todas as suas redes sociais, por escolher votar a favor da Reforma da Previdência, em primeiro turno, no Senado.
O voto de Coronel foi diferente dos outros dois senadores baianos, Jaques Wagner (PT) e Otto Alencar, líder do PSD, o seu partido, na Casa. Os dois ficaram contra a matéria do governo de Jair Bolsonaro (PSL).
Na página oficial de Coronel no Instagram, há quase uma centena de comentários reprovando o voto do senador, eleito na chapa do governador Rui Costa (PT) em 2018 sob críticas de boa parte dos aliados do petista.
“Votei no senhor, se arrependimento matasse, eu já tinha morrido não voto mais nunca”, escreveu um internauta chamado Evanildo. Outro, de nome Dimitri, acrescentou, se referindo a Irmão Lázaro (PSC): “Infelizmente a sua posição senador, não honrou em nada o seu eleitorado. Votei no senhor pensando como uma alternativa ao outro candidato que já se mostrava a favor da reforma, porém deu no mesmo. O povo baiano sempre irá se recordar dessa traição”.
“Senador sua fala não justifica porque votou na reforma da previdência. Votamos em você porque entre pior você e Lazaro e votamos em você. Mass acredito que muito se arrependeram votar em você”, reclamou um terceiro, também citando Lázaro, que concorreu ao Senado pela chapa de Zé Ronaldo (DEM).
Já no Facebook, a equipe do senador passou a responder às críticas dos internautas, na maioria das vezes com a mesma mensagem: “Respeito sua opinião. Essa reforma irá contribuir para o desenvolvimento do nosso país”. Ao todo, nesta rede social, foram feitos mais de duzentos comentários sobre o voto do senador, parte o apoiando e parte o criticando.
No Twitter, novas críticas. “Se a Reforma da Previdência fosse boa não precisava se explicar”, pontuou uma seguidora chamada Tereza. “E por que não mexeu na aposentadoria de vocês?? Fácil falar que tentou minimizar os prejuízos. Nunca mais terá o meu voto. Votei na tal ‘equipe’ para evitar escolhas piores, mas já vi que não foi bem assim”, criticou outra.
Bahia.ba
COMPARTILHE

Sobre o Autor

Ex-vereador e Ex-presidente da Câmara de Vereadores de Jacobina, Carlos de Deus é formado em Administração de Empresas pela Universidade Norte do Paraná. Diretor-presidente do jornal Tribuna Regional e do site TrAgora.

Deixe Um Comentário


Desenbahia
BAN-728-X90-PX-mulher