Em coletiva de imprensa nesta terça-feira (14), durante o anúncio da chegada de respiradores que serão utilizados para o atendimento de pacientes com Covid-19, o prefeito ACM Neto respondeu às críticas que tem sofrido nos últimos dias.
O nome do presidente nacional do DEM figurou entre os assuntos mais comentados no Twitter, após viralizar um vídeo em que um empresário, emocionado, apela ao prefeito pela a reabertura do comércio.
O fato coincidiu com a declaração do prefeito, de que o Carnaval 2021 deve ser adiado para junho, o que fez com que muitos opositores questionassem a relevância da folia em contraposição com a suspensão das atividades comerciais.
O demista chegou a ser chamado de “comunista” por bolsonaristas mais radicais, que têm alimentado a relação conflituosa do Governo Federal com cidades e municípios.
Neto foi enfático ao dizer que não foram os políticos que “criaram a pandemia” e indagou: “Pelo amor de deus, o que a gente ganha com isso?”. Pelo contrário, tanto Município quanto o Estado perdem com a queda na arrecadação de impostos gerados pelo consumo e prestação de serviços.
“Fica parecendo que é governador e prefeito que não querem liberar atividade econômica. Pelo amor deus, o que a gente ganha? A gente só perde, em perder arrecadação, tem mais dificuldade de tocar os projetos, executar ações previstas, a economia se debilita”, declarou. “A decisão de suspender as atividades foi para preservar vidas”, completou o prefeito.
Conforme havia sido anunciado pela Prefeitura, com a chegada dos novos respiradores enviados pelo Governo Federal e com a perspectiva do recebimento de outros, até a próxima semana devem ser inaugurados 75 novos leitos de UTI.
Ao aumentar a oferta de vagas nos leitos de terapia intensiva, o prefeito ACM Neto visa reduzir a taxa de ocupação que nos últimos tempos ficou em torno de 80%.
De acordo com plano de retomada anunciado pela Prefeitura, em conjunto com o Governo da Bahia, os primeiros setores poderão reabrir quando a taxa de ocupação permanecer em 75% por pelo menos cinco dias.
COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário