O senador Jaques Wagner (PT) defendeu, na manhã deste sábado (28), a pauta “Lula Livre” do PT, mas ressaltou que o partido precisa se concentrar também em outros assuntos, considerando a conjuntura política nacional.

“A luta do Lula livre é perene, mas não é a única. Temos que ter pautas da realidade brasileira”, disse, durante o seminário “Conjuntura Política e Econômica”, na Faculdade de Direito da UFBA.

Em sua fala, o petista também comentou o desemprego e a crise econômica do país. E defendeu a reforma política que acabou com as coligações proporcionais nas eleições municipais, mas argumentou que é importante “ampliar”, fazendo alianças com outras forças políticas no exercício do poder.

“Não me arrependo da amplitude que a gente fez. O governo manteve uma cara voltada para o social. Tivemos um resgate muito grande da política na Bahia. Não é essa a contradição. Se a gente escolher ser um partido de marcar posição, vamos nos recolher a nós mesmos. Mas se quisermos exercer o poder, precisamos ampliar”, pontuou.

Além de Wagner, participam do evento o ex-ministro Aloizio Mercadante, o ex-presidente da Petrobras Sergio Gabrielli e o deputado federal Afonso Florence (PT).

Política Livre

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Desenbahia
BAN-728-X90-PX-mulher