O deputado federal e presidente do PL em Salvador, Abílio Santana, enviou ao procurador-geral da República, Augusto Aras, uma representação pedindo a prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por conta de um vídeo gravado supostamente um dia após a saída da prisão, no dia 8 de novembro.

O parlamentar entende que o petista proferiu um “violento discurso eivado de ódio em frente à sede do Sindicato dos Metalúrgicos”. “Afirmou que o Brasil precisava seguir o exemplo do Chile, onde a extrema esquerda provoca destruição e mais de 20 mortes seguindo estratégia do Foro de São Paulo, que discutiu, em uma de suas reuniões e pauta, ataques a Igrejas e depredação de objetos religiosos”, escreve.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Ex-vereador e Ex-presidente da Câmara de Vereadores de Jacobina, Carlos de Deus é formado em Administração de Empresas pela Universidade Norte do Paraná. Diretor-presidente do jornal Tribuna Regional e do site TrAgora.

Deixe Um Comentário


Desenbahia
BAN-728-X90-PX-mulher