Uma jovem atingida por uma bala de borracha após confronto entre policiais militares e “espadeiros” na cidade de Senhor do Bonfim, no norte da Bahia, pode perder a visão de um dos olhos. O estado dela é grave.

A jovem ferida no olho foi identificada como Fabíola de Jesus Cardoso. Ela foi levada para a cidade de Recife (PE), onde segue internada no Hospital da Restauração. O laudo médico aponta que ela sofreu um trauma ocular após ser atingida pela bala de borracha.

Os médicos ainda não sabem a extensão dos danos causados à visão de Fabíola. A estudante conta que está sentindo muitas dores e que não está enxergando com o olho esquerdo – que foi atingido – e o direito está muito sensível.

Fabíola conta que o grupo que ela tava não participava da guerra de espadas.

“Não tinha ninguém levando espada. A única coisa que levamos foi instrumentos musicais para tocar. Quando chegamos no local, fomos recebidos com bombas de gás lacrimogêneo e também com bombas de borracha”, lembra.
Fabíola é uma das vítimas da ação da polícia na cidade, no domingo. Outras pessoas que se machucaram durante o confronto chegaram a procurar a Corregedoria da PM para formalizar denúncia de agressão contra os policiais que participaram da ação.

Entre as vítimas também estão um homem que foi ferido na cabeça e outro que foi atingido no tórax. O primeiro não quis se identificar, mas disse que uma amiga também foi ferida na ação.

“Nas imediações da Receita Federal [em Senhor do Bonfim], fomos surpreendidos por policiais atirando bala de borracha e as bombas [de gás]na gente. Nesse momento, eu fui atingido e minha amiga também. É lamentável uma coisa dessa”. G1

COMPARTILHE

Sobre o Autor

*Atuou como Repórter nos jornais O Paraguaçu (Itaberaba/BA), Primeira Página (Jacobina/BA) e Oeste Hoje (LEM/BA). Sites: Camaçari Fatos e Fotos e Nossa Metrópole (Camaçari/BA). Atualmente, edita o portal TRagora e é Repórter do jornal Tribuna Regional.

Deixe Um Comentário