O ex-prefeito dos municípios de Irecê e Ibipeba – cidades localizadas no centro norte baiano -, Beto Lélis, protagonizou uma cena inusitada na última quarta-feira (25), quando resolveu se acorrentar na porta giratória de uma agência da Caixa Econômica, em Irecê. Segundo Lélis – que já foi deputado federal -, a decisão foi tomada após o gerente se recusar a receber a documentação de aditamento do Fies do curso de graduação de uma das filhas.

De acordo com o ex-prefeito, o gerente alegou que não havia expediente da agência. “Eu só quero a que a Caixa receba a documentação do Fies de minha filha Raquel que se formou em medicina, mas o pai não pode pagar prestações em particular. Paga através do Fies. Aqui tá o aditamento, tá tudo em rodem, a Caixa não recebe. A menina só depende disso para receber o diploma, que o MEC, o Ministério da Saúde e a Escola Baiana de Medicina querem lhe conferir pra vim tratar da minha saúde, da do senhor, de nós. Meus filhos, todos que se formaram voltaram pra Irecê e Ibipeba, graças a Deus. Aí o gerente disse que não expediente interno. Mente, ele é mentiroso. Os que chegaram aqui hoje com dinheiro, os barões, todos passaram por aqui, se o rico pode o pobre pode”, disse no vídeo.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Coronavírus