O aplicativo de mensagens instantâneas, Whatsapp, detectou uma falha de segurança em seu sistema que permitia que um tipo de “spyware”, que é um programa que rouba dados, invadisse os aparelhos. A informação é do G1.

Com a descoberta, a empresa pediu para que todos os seus usuários no mundo, cerca de 1,5 bilhão, atualizem a versão do aplicativo e mantenham durante o dia seu sistema operativo como medida de “proteção”.

O Whatsapp suspeita que o programa espião tenha sido desenvolvido pela empresa israelense NSO Group, que trabalha obscuramente e já desenvolveu spywares para vários governos. Foram atingidos aparelhos com sistema operacional Android e IOS. Radar

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário