O deputado estadual Alexandre Knoploch (PSL-RJ) causou confusão, agrediu um estudante e ainda viu seu segurança sacar arma dentro das dependências da UERJ. O deputado havia tentado implodir audiência sobre projeto de correligionário que busca pôr fim nas cotas raciais no Rio de Janeiro
Presente em audiência pública na Universidade Estadual do Rio de Janeiro sobre cotas raciais, o deputado estadual Alexandre Knoploch (PSL-RJ) causou confusão, agrediu um estudante e ainda viu seu segurança sacar arma dentro das dependências da instituição. O deputado havia tentado esvaziar a audiência, sem sucesso.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

A audiência, proposta por cinco comissões da Assembleia Legislativa (Direitos Humanos e Cidadania; Ciência e Tecnologia, Educação; Especial de Juventude; e Combate às Discriminações, à Intolerância Religiosa e à LGBTfobia) e pela Frente Permanente em Defesa das Cotas visava debater um projeto o projeto de lei 470/19 do deputado estadual Rodrigo Amorim (PSL) – o que quebrou a placa de Marielle Franco -, que busca acabar com as cotas raciais nas universidades estaduais do Rio – UERJ, UEZO e UENF. Com a presença de deputados bolsonaristas e da oposição ao governador Wilson Witzel (PSC), a atividade terminou em confusão.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

*Atuou como Repórter nos jornais O Paraguaçu (Itaberaba/BA), Primeira Página (Jacobina/BA) e Oeste Hoje (LEM/BA). Sites: Camaçari Fatos e Fotos e Nossa Metrópole (Camaçari/BA). Atualmente, edita o portal TRagora e é Repórter do jornal Tribuna Regional.

Deixe Um Comentário