Menu

Vereadores de Jacobina aprovam PL que proíbe paredões de som em Itaitu

TRagora 1 mês atrás

Após passar por apreciação na Comissão de Justiça da Câmara de Vereados de Jacobina, foi aprovado, por unanimidade, em 1ª e 2ª votações na sessão ordinária desta quarta-feira (19), o Projeto de Lei Nº 2.429, de 29 de março de 2024, que dispõe sobre a proibição de equipamentos de som automotivos, tipo paredão, nas vias, praças e demais logradouros públicos do distrito de Itaitu, em Jacobina.

Para o presidente da Câmara de Vereadores, Clodoaldo Moreira, quando os vereadores atuam de acordo com as demandas populares só traz ganhos a sociedade. “Hoje aprovamos, em última discussão, o projeto que proíbe o som tipo paredão em Itaitu e região. Isso traz mais tranquilidade aos moradores. Usar som baixo não tem problema, mas o que não pode é usar o equipamento em volume que incomode a população. Se isso ocorrer, a Polícia Militar e a Guarda Municipal vão atuar”.

No início do mês de junho o presidente da Associação Comercial de Itaitu (ACI), Fábio Martinez, pleiteou medidas do Legislativo Municipal para ajudar na coibição da poluição sonora no distrito. Ele destacou que o turismo é o principal vetor econômico da comunidade e da necessidade, urgente, da aprovação do projeto.

“A população de Itaitu, em sua maioria, já abraçou a ideia de um turismo mais tranquilo e sustentável. Os próprios moradores alertam e orientam aqueles que insistem na prática de poluição sonora. Queremos eventos de qualidade e entendemos que isso não impede que, em ocasiões especiais, haja música mais alta”, destacou Martinez.

De acordo fonoaudióloga, Samara Miranda, além dos problemas de saúde ligados à perda de audição, o excesso de barulho causa transtornos como o aumento do estresse, perda da capacidade de concentração, doenças metabólicas e cardiovasculares, déficits cognitivos em crianças, distúrbios do sono e até mesmo a obesidade.

Recesso

Durante a sessão foi comunicado que de 20 de junho a 1º de agosto os vereadores estarão em recesso parlamentar, mas os trabalhos internos no Legislativo Municipal ocorrerão normalmente.

Foto: Tripadivisor

- Anúncio -
- Anúncio -