Antônio Caíque Santos Correia, 24 anos, comandava o tráfico de drogas no bairro Nordeste de Amaralina e do homicídio de, pelo menos, 25 pessoas.

 

Foi apresentado, nesta quinta-feira (27), na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro da Pituba, Antônio Caíque Santos Correia, 24 anos, suspeito de ter assassinato do cabo Gonzaga, em junho desse ano, no bairro de Santa Cruz. Ele também é suspeito matar seguranças em um evento da banda Harmonia do Samba, em Salvador.

Não é apenas por estes homicídios que Caíque suspeito. “Ele tem cinco mandatos de prisão, quatro no trabalho em conjunto e um trabalho nosso. Por crimes que são de homicídio, associação com trafico de drogas e resistência”, disse o delegado titular do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Odair Carneiro.

Caíque estava sendo procurado desde 2016, até ser capturado em São Paulo, no último dia 6 de setembro, após um trabalho em conjunto das Policiais Civil, Federal e Militar.

O ex-integrante do Baralho do Crime da Secretaria de Segurança Pública (SSP), ele é suspeito de liderar facção Comando do Boqueirão, que é atrelado ao Comando da Paz (CP), que comandava o tráfico de drogas e armas no Nordeste de Amaralina em outros bairros de Salvador. De acordo com o delegado, Caíque é responsável pelo homicídio de, pelo menos, 25 pessoas entre 2016 e 2018.

Apresentado, Caíque não quis falar com os jornalistas presentes.

Informações:VarelaNoticias.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário