Nesta sexta-feira (7), o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, disse que nenhuma informação do celular dele, que foi alvo de uma tentativa de invasão na terça-feira (4), chegou a ser subtraída ou acessada.

Moro esclareceu que “não houve uma captação do conteúdo do dispositivo. Apenas eu tive que me desfazer da linha porque alguém acabou utilizando a mesma linha”.

Desde a terça (4), “a Polícia Federal está investigando fortemente esses fatos”. Ainda segundo Moro, a estratégia utilizada não vai ser divulgada. Radar

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário