Menu

Segundo estudo, 49% das jogadoras de futebol não recebem salários

TRagora 6 anos atrás

Um estudo feito pelo sindicato internacional dos jogadores de futebol (FIFPro), divulgado nesta sexta-feira, 13, apontou que 49% das mulheres que jogam não recebem salários e que 87% encerram a carreira antes de completar 25 anos.

Segundo informações da Agência EFE, o documento foi produzido em parceria com a Universidade Maschester, onde 3,3 mil jogadoras em destaque em 33 países foram estudadas. Entre os resultados da análise, há o dado de que apenas 1% das profissionais da modalidade cobra salários equivalentes ou maiores dos 6.489 euros (R$ 29.323,14), enquanto 9% recebe entre o valor citado ou abaixo disso, cerca de 1.620 euros (R$ 7.320,62). O penúltimo grupo (cerca de 30%) ganha até 485 euros (R$ 1.920,53) e 60% têm o salário circulando entre zero e 485 euros.

O estudo também aponta que o futebol feminino vem ficando popular nos últimos anos, mesmo com a grande porcentagem de jogadoras que desejam abandonar a carreira para focar em profissões onde o salário e o reconhecimento são maiores.

 

Fonte: A Tarde

- Anúncio -
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

- Anúncio -