O secretário de Saúde (Sesab), Fábio Vilas-Boas, condenou, em entrevista à TV Bahia na manhã desta quarta-feira (24), o grande fluxo de pessoas indo para o interior para comemorar o São João durante a pandemia do novo coronavírus.
“Eu fui para Jaguaquara essa semana e, no retorno, era impressionante a quantidade de pessoas indo para o interior. Enfim, conseguimos ficar entre 3% e 3,5% na taxa de contágio ao dia. Mas temos problemas, por exemplo, em Feira, onde a taxa está em 5% e ainda em crescimento”, alertou.
“Também temos problemas em Vitória da Conquista, Teixeira de Freitas, Gandu e Valença. Nossa missão é avaliar os 417 municípios e avaliar essas cidades que passam da média de contágio do estado de 3,5%”, ressaltou Vilas-Boas.
O titular da Sesab também comentou cenas que circularam nas redes sociais nos últimos dias, como guerras de espadas. “A fumaça, em épocas de Covid-19, é extremamente prejudicial. Deveria ser considerado crime acender uma espada”, avaliou.
“O hospital de referência em Santo Antônio de Jesus vive cheio de gente queimada nessa época”, acrescentou.
COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário