O relatório da Controladoria Geral da União (CGU) apontou que o Ministério da Saúde perdeu mais de R$ 104 milhões em medicamentos, vacinas, testes e outros insumos no primeiro semestre de 2021. O documento foi concluído em maio deste ano e se tornou público nesta quinta-feira (30).

Ao todo, a CGU apontou R$ 20 bilhões em distorções contábeis nos fluxos de caixa do Ministério da Saúde do exercício financeiro de 2021. A auditoria da Controladoria identificou 38 situações que representam problemas ou falhas de controle.

Ainda, segundo o relatório, entre outubro de 2016 e junho de 2021, as perdas do Ministério da Saúde totalizaram mais de R$ 230 milhões.

No período foram perdidas 500 mil vacinas contra a hepatite B; 200 mil contra a varicela; 87 mil vacinas tetra viral; e 245 mil frascos de BCG (vacinas que estão com problemas de abastecimento nos estados). A Controladoria também contabilizou mais de 800 mil kits de insulina não utilizados que perderam a validade.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário