Florentino Cardozo de Assunção Sobrinho nasceu no dia 27 de outubro de 1937, em Amargosa(BA). Filho de família humilde, seu pai, Antônio Cardozo Nascimento, era caminhoneiro e sua mãe, Doralice Cardozo Assunção, doméstica, que ajudava nas despesas de casa vendendo balas de mel. Aos 17 anos, o jovem Assunção foi para o Rio de Janeiro com o objetivo de se alistar no Exército Brasileiro, onde começou como soldado recruta, fez o curso de cabo de Infantaria Combatente e, aos 20 anos, fez a seleção para o curso de sargento.

Após ser formado sargento de Infantaria Combatente, fez outros cursos que possibilitaram seu crescimento na carreira militar: polícia do Exército, perito criminal de guerra da selva e de inteligência na Escola de Formação do Exército.

Assunção Sobrinho foi casado com Cármen com que teve três filhos: Marta, Sheila e Jorge.

Com a patente de subtenente, chegou a Jacobina no dia 2 de julho de 1981 para comandar o Tiro de Guerra 06-008. Aqui se casou com Ana Paula Almeida Rios, com que teve dois filhos: Assuana e Átila. Nascia aí o seu amor pela Cidade do Ouro, a quem tanto serviu.
O militar não se conteve em apenas atuar como comandante do Tiro de Guerra e começou a se envolver com o dia a dia da cidade, atuando de forma destacada em vários eventos de Jacobina.
Com apenas 60 dias convivendo em Jacobina, idealizou e organizou, com apoio da prefeitura local e do Tiro de Guerra, em 30 de agosto de 1981, a Corrida Rústica Duque de Caxias, que mais tarde se transformaria em uma das maiores corridas de rua do Brasil e uma das maiores do mundo em premiação. Este foi o primeiro passo dado por ele para revolucionar o esporte em Jacobina. Idealizou e organizou também vários outros eventos de grande sucesso: Fórmula Jegue, Jogos Estudantis, Corrida Mirim e Caminhada da Luz. Devido à organização e o sucesso destes eventos, todos foram destaques na imprensa estadual e até mesmo nacional.
Assunção, com sua dedicação e censo de organização, passou a ter um apoio tão grande da sociedade jacobinense que todo evento que criava tinha o incondicional apoio de todos. Mas seu prestígio não era apenas local e prova disso foi que conseguiu trazer para Jacobina, por duas vezes, o Grupo de Brigada de Paraquedistas do Exército Brasileiro e a Esquadrilha da Fumaça.

Além de militar e desportista, era também radialista. Trabalhou na Rádio Clube Rio do Ouro desde 1982, onde apresentava o programa Clube Cafonália. Anos depois se transferiu para a Rádio Jacobina FM, onde comandou o programa Música e Saudade e trabalhou até poucos dias antes de deixar este mundo.
Seu trabalho, reconhecido por todos, foi ratificado com o título de Cidadão Jacobinense pela Câmara Municipal em 1986.
Assunção faleceu no dia 6 de maio de 2018 e com honrarias do Exército Brasileiro e grande homenagem do povo de Jacobina e região foi sepultado às 17 horas, do dia 7, no Cemitério Jardim da Saudade, na cidade que ele tanto amou e se dedicou.
Escrito por Carlos de Deus
COMPARTILHE

Sobre o Autor

Ex-vereador e Ex-presidente da Câmara de Vereadores de Jacobina, Carlos de Deus é formado em Administração de Empresas pela Universidade Norte do Paraná. Diretor-presidente do jornal Tribuna Regional e do site TrAgora.

Deixe Um Comentário