Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado, afirmou que os vazamentos de mensagens entre o ministro da Segurança Pública Sergio Moro e membros do Ministério Público são “graves” e revelam “problema ético”. “Se fosse deputado ou senador, estava no Conselho de Ética, cassado ou preso”, afirmou, de acordo com o Poder 360.

Sobre o Planalto, afirmou que “se forem cancelados cinco pacotes de dados na República, o Brasil vai bem, vai andar”. Referia-se de maneira indireta ao uso intenso de redes sociais pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

Alcolumbre mostrou otimismo em relação à reforma da Previdência e espera que a Câmara aprove o projeto em 10 de julho e estima que o Senado levará de 45 a 60 dias para aprovar o texto, a partir da volta do Congresso pós-recesso, em 2 de agosto. Ou seja: tudo estaria aprovado até o fim de setembro. Radar

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário