A cada dia mais de 20 crianças e adolescentes com idades de zero a 19 anos são diagnosticadas com câncer pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A constatação foi feita pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), com base no Painel de Monitoramento do Tratamento Oncológico (Painel-Oncologia), do Ministério da Saúde.

A entidade aproveitou a informação para chamar a atenção para a necessidade do diagnóstico precoce da doença que mais mata nesta faixa etária. Ao analisar os dados a SBP identificou que mais de 41 mil crianças e adolescentes receberam resultados positivos de exames para identificar neoplasias entre 2013 e novembro deste ano.

Na Bahia nesse período foram diagnosticados 2.348 casos. Em 2019, somente entre janeiro e novembro o número foi de 325 casos. No país o total chegou aos 6.289 casos diagnosticados neste ano.

A presidente da Sociedade Brasileira de Pediatri, Luciana Rodrigues Silva, avalia que os números confirmam a importância da detecção do câncer em seus estágios iniciais. Ela ressalta que o diagnóstico cedo melhora as chances de cura, aumenta a possibilidade de sobrevida e impacta na qualidade de vida dos pacientes. “É importante valorizar as queixas das crianças e levá-las regularmente ao pediatra. Na maioria das vezes, elas sinalizam para doenças comuns da infância, mas em alguns casos pode ser uma condição mais séria”, argumentou.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Ex-vereador e Ex-presidente da Câmara de Vereadores de Jacobina, Carlos de Deus é formado em Administração de Empresas pela Universidade Norte do Paraná. Diretor-presidente do jornal Tribuna Regional e do site TrAgora.

Deixe Um Comentário


Desenbahia
BAN-728-X90-PX-mulher