Menu

PF desmonta esquema de fraude em licitações envolvendo vereadores e empresários na BA; prejuízo ultrapassa R$ 51 mi

TRagora 4 semanas atrás

A Polícia Federal (PF) deflagrou, juntamente com  Controladoria Geral da União na Bahia (CGU), a Operação Piemonte que desmontou um um grupo criminoso especializado em desvio de verba pública, fraude em licitações, corrupção, lavagem de dinheiro e sonegação de impostos. Em um curto período de tempo, os suspeitos movimentaram um valor que ultrapassa R$ 51 milhões.

A ação, que ocorre nesta terça-feira (18), cumpre 24 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara Federal da Seção Judiciária da Bahia, especializada em Organização Criminosa e Lavagem de Capitais, nas cidades de Juazeiro/BA, Ourolândia/BA, Capim Grosso/BA, Várzea Nova/BA e Filadélfia/BA, além do sequestro de diversos bens, bloqueio de contas e afastamento dos servidores públicos envolvidos.

Segundo investigadores, o esquema criminoso era formado por ex-gestores, vereadores, funcionários públicos, empresários, políticos e particulares das cidades de Jacobina, Capim Grosso, Filadélfia, Várzea Nova e Ourolândia

Ainda de acordo com a PF, as investigações revelaram um intrincado esquema de fraude em licitações, principalmente no ramo de locação de veículos, com pagamento de propina a servidores e pessoas politicamente expostas, por meio de um elaborado esquema de lavagem de capitais, compra de veículos de luxo e até mesmo transferências de quantias vultuosas a laranjas e testas de ferro.

Os investigados responderão pelos crimes de associação criminosa, fraude à licitação, desvio de recursos públicos, sonegação de impostos e lavagem de capitais, cujas penas podem chegar a 34 anos de reclusão.

- Anúncio -
- Anúncio -