O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 no Senado, Omar Aziz (PSD-AM), disse que vai convocar o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para prestar um novo depoimento.

Para Aziz, por estar protegido com um habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), Pazuello mentiu durante o interrogatório. Ele adiantou que a nova oitiva será já na próxima semana.

“Ele estava com um habeas corpus debaixo do braço, que permitia que falasse o que quisesse. Por isso, está sendo reconvocado. Vai ser reconvocado quarta-feira (26) e a gente espera que possa trabalhar sem a ingerência do Supremo nessa questão. Até porque, se o ministro (Ricardo) Lewandowski assistiu, ele vai dizer: ‘Não posso dar um habeas corpus de novo para o cara mentir’”, pontuou o senador, em live, neste sábado.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário