Com o intuito de garantir a aprovação da Previdência, o Palácio do Planalto promete fazer várias nomeações. A intenção é que a matéria na Comissão Especial seja votada na próxima semana e no plenário da Câmara até a primeira quinzena de julho.

De acordo com a Folha de S. Paulo, os cargos já são esperados pelos parlamentares, mas a Casa Civil prefere realizar as nomeações em pacote. Com isso, presidentes de partidos e integrantes da cúpula do Congresso Nacional afirmam que o clima é de desconfiança mútuo e fazem um alerta: “se o Planalto não entregar o que afiançou, ninguém vai votar no crédito”.

O governo ofereceu estatais de porte regional, como a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf). A oferta também conta com emendas extras aos parlamentares que apoiarem a reforma. Radar

COMPARTILHE

Sobre o Autor

*Atuou como Repórter nos jornais O Paraguaçu (Itaberaba/BA), Primeira Página (Jacobina/BA) e Oeste Hoje (LEM/BA). Sites: Camaçari Fatos e Fotos e Nossa Metrópole (Camaçari/BA). Atualmente, edita o portal TRagora e é Repórter do jornal Tribuna Regional.

Deixe Um Comentário