Menu

“O sistema está corrompido”, diz Epaminondas Silva, pré-candidato a deputado estadual

TRagora 6 anos atrás

 

Epaminondas Silva Macedo, jacobinense, 54 anos, casado, três filhos, professor graduado em História e Direito pela UFBA, pós-graduado em História pela Universidade Estadual do Ceará e em Direito pela JUSPODVN bem como Mestre e Doutor em Educação por Universidade de Cuba e Argentina, respectivamente. Nesta semana, o professor Epaminondas, com é conhecido, compareceu a redação do Tribuna Regional, onde falou de sua pré-candidatura a deputado estadual.

 

Tribuna Regional – Como nasceu a pré-candidatura a deputado estadual?

Epaminondas Macedo – Nasceu de uma insatisfação com as representações atuais que receberam e recebem votos de Jacobina e municípios vizinhos, mas acredito que não representam bem nossa região. São os chamados políticos copa do mundo. Outro fator é que depois de oito anos de gestão como diretor do IFBA, vi que poderia contribuir muito mais com Jacobina e região, sendo seu representante na Assembléia Legislativa da Bahia.

TR – Sabemos que a vinda do IFBA para Jacobina teve grande participação sua. Além do IFBA, quais outras contribuições você tem dado a região?

EM – Em relação ao IFBA, gostaria de contar um pouco como tudo começou. Eu era coordenador nacional do Sindicato dos Servidores Federais e representando esta categoria fiz parte da Mesa Nacional de Negociação Permanente durante o primeiro governo Lula, e lá começamos a discutir a Expansão da Rede Federal de ensino em todo o Brasil que à época era CEFET. Logo depois, nossa chapa representada pela professora Aurina Santana foi vencedora das eleições e se tornou Reitora do IFBA (CEFET).

Comecei então a negociação para trazer o IFBA para Jacobina, pois era uma vontade retornar a minha terra, trazendo algo de novo. Contamos também com apoio político de alguns parlamentares, lembro muito bem do então deputado Walter Pinheiro do PT, que foi um dos colaboradores, dentre outros.

O IFBA hoje tem um papel importante no desenvolvimento e ascensão social das famílias, não só de Jacobina, mas, de toda a região. Temos alunos de várias cidades do entorno. Ele despertou na juventude, pela qualidade dos cursos ofertados, a possibilidade de emprego e renda bem como uma ascensão social que antes não existia.  Hoje temos ex – alunos em todo o Brasil e até no exterior a exemplo de alunos fazendo Medicina na Argentina.

Trouxemos também o Pronatec e o Mulheres Mil desde 2012, que foram cursos para segmentos de baixa renda e com recebimento de bolsas. Esses cursos foram ofertados para outros municípios, inclusive. Hoje ofertamos esses cursos na modalidade Mediotec. Estes são voltados para os alunos que estão concluindo ou já fizeram o ensino médio. É um público que  não tem o curso profissionalizante, a exemplo de informática e guia de turismo.

Também idealizei e articulei a vinda do curso de Medicina. Hoje é um curso que é uma realidade e vem mudando o cenário econômico e educacional de Jacobina. Também consegui autorização para a implantação de uma emissora de rádio e TV educadora em Jacobina. Embora ainda não implantada devido aos cortes no orçamento da União, mas a autorização já existe conforme foi publicada no Diário Oficial da União. Também ofertamos vários cursos para a comunidade inclusive para funcionários das prefeituras da região nas áreas de alimentação e secretaria escolar, dentre outros, conhecido como Pro Funcionário.

TR – Qual a principal bandeira a defender para Jacobina e região, caso seja eleito?

EM – Jacobina e região tem várias demandas. Começando pelo meio ambiente. Temos que resolver o problema da poluição destes dois rios. O que deveria ser um atrativo para a cidade, a existência de dois mananciais infelizmente faz um efeito contrário.

O problema de saneamento da cidade também é gravíssimo, a revitalização da lagoa de Antonio Teixeira sobrinho é urgente, principalmente agora que a Lagoa voltou a ser contaminada pelo lixão de Jacobina.

Urge solucionar o problema da feira livre. É inaceitável que uma cidade do porte de Jacobina tenha um espaço tão restrito para que as pessoas possam desenvolver suas atividades econômicas. O projeto do Mercado do Produtor tem que se tornar realidade.

Outra defesa é a área de saúde, pois, é vergonhoso não termos aqui um Hospital Regional em pleno funcionamento, atendendo pelo SUS. Defendo que temos que ter o Hospital Regional sobre a responsabilidade do Estado, como tem em Irecê e Seabra, por exemplo.

Defendo, evidentemente, a área que atuo há mais de trinta anos, que é a Educação. Precisamos criar novos cursos superiores a serem ofertados pelo próprio IFBA, a exemplo da área de energias renováveis, aproveitando o potencial da região. Cursos de engenharias e meio ambiente. Defendo também que a UNEB possa ampliar sua oferta de cursos em áreas ainda não exploradas. Defendo ainda novos cursos técnicos, a exemplo do curso de comunicação, que venho batalhando há mais de um ano dentro do próprio IFBA. Este curso já estar em fase de elaboração. Temos que ousar e implantar cursos técnicos na área da agricultura e pecuária, para integrar nossa juventude com a economia rural e de forma sustentável. São muitos os desafios, inclusive na área do esporte e cultura mas no momento não será possível o registro de todos.

TR – Qual a análise você faz da política em nosso país, área que se propõe a participar?

EM – O sistema está corrompido. Podre mesmo como no dito popular. Todavia, política é uma das principais atribuições que o cidadão deve ter. Somente com a nossa participação, votando em nomes com compromisso social, é que podemos mudar este quadro. Sei que é difícil devida a forma como o sistema montado, pois o capital fala muito alto, porém acredito que Jacobina e região necessita de um representante na Assembleia Legislativa e que não tenha os vícios dos velhos políticos copa do mundo ou ETs. E a área da educação e o social é o meu principal foco.

 

TR – Qual sua mensagem final?

EM – Creio que o povo vai dar uma resposta ao que está ocorrendo na política atual e o apoio a uma candidatura com o perfil de quem tem compromisso com o social vai ser a grande mudança e resposta. Espero que Jacobina e região possam apoiar um candidato que tenha projetos já realizados e possa realizar ainda mais. Aproveito para agradecer ao Tribuna Regional e ao site TRagora, por ter dado esta oportunidade de levar ao povo de Jacobina e região, minha intenção em concorrer nas próximas eleições, mas que por enquanto estou como pré-candidato a deputado estadual. Um forte abraço a todos.

 

Redação do Tribuna Regional
- Anúncio -
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

- Anúncio -