O Diretor Médico do Hospital Regional Vicentina Goulart de Jacobina, Dr Laudenor Lemos, encaminhou nota para os seus colegas confirmando que o Lacen – Laboratório Central – em sequenciamento genético verificou a cepa P.1, a Cepa de Manaus em pacientes internados em estado grave em Jacobina.

A Secretária de Saúde de Jacobina, Kátia da Saúde, em ligação para a Jacobina FM na tarde desta terça-feira, 01, afirmou que a situação clínica dos infectados tende a ficar mais grave e que pacientes de Caém, Quixabeira e Serrolândia também deram positivo para a variante de Manaus.

Confira a nota:

Equipe,

Como todos vemos diariamente, o quadro clínico mudou. A gravidade é outra. Insuficiência Renal ocorrendo mais cedo, por exemplo, além de vários casos de morte súbita (além dos casos de cor pulmonale agudo e morte encefálica).

O LACEN tem feito trabalho de sequenciamento genético e um primeiro resultado saiu ontem. Pacientes mais recentes de 22 e 25 anos tiveram a cepa P.1. Temos fortes razões para reconhecer em muitos dos demais a mesma coisa – ou pior. Mais do que isso: vejam que recebemos vacinados com doença muito grave.

Portanto, mais que nunca, SE PROTEJAM! Sejamos vigilantes uns com os outros. Devemos ser duros nisso, porque dependemos uns dos outros e muita gente precisa da gente, além das nossas famílias. Vamos trabalhar todos com vistas `nossa segurança em primeiro lugar.

Vamos em frente, queridos! Orgulho de vocês!

Laudenor Pereira Lemos Junior
Coordenador da UTI Covid do HRVG, Jacobina – BA”

Fonte: Mais Política

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário