Menu

“Não morreu ninguém”, diz Ministro do Turismo sobre assédios de brasileiros na Copa

TRagora 6 anos atrás
Nos vídeos que viralizaram, brasileiros aparecem com mulheres estrangeiras pedindo que elas repitam palavras ofensivas em português

O Ministro do Turismo do Brasil, Vinicius Lummertz, minimizou os casos de assédio praticados por torcedores brasileiros na Copa do Mundo.

“[A repercussão foi grande] por causa das redes sociais, não pelo fato em si. Porque não morreu ninguém, ninguém foi assassinado. Perante o mundo real, eu entendo o simbolismo, mas o simbolismo não representa nada estatisticamente”, disse Lummertz nesta terça (26), em Moscou.

Nos vídeos que viralizaram, brasileiros aparecem com mulheres estrangeiras pedindo que elas pronunciem palavras ofensivas em português. Os casos geraram uma onda de manifestações entre mulheres, celebridades e ativistas no Brasil e na Rússia.

Para Lummertz o Brasil vive uma era de intolerância e que os erros das pessoas não são mais perdoados. “Aqui existe um outro nível de tolerância com a falha humana. Perdemos completamente a tolerância com a falha humana no Brasil. Nós estamos em uma era, no Brasil, em que agimos como se as pessoas fossem obrigadas todas a serem perfeitas e ninguém pudesse cometer erros, o que é uma grande mentira”.

O ministro classificou como uma preocupação tola e que os brasileiros deveriam se preocupar com os índices de assassinatos no país.

“As pessoas se preocupam com tolices, bobagens cometidas por cinco ou seis pessoas em 70 mil. Estamos deformando as coisas no país. O Brasil é um país também adolescente na forma de avaliar as coisas. As pessoas que agiram mal, elas agiram mal. Está errado, e aí? Qual o problema? Estão passando vergonha. Deviam estar preocupados com os 62 mil assassinados e recordes de acidentes de trânsito que temos no planeta. As pessoas estão se matando. Estamos preocupados com cinco pessoas que fizeram bobagem. Nas Olimpíadas, aquele nadador americano não fez uma bobagem? Bobagem faz parte da vida, tolices, erros”.

Fonte:VN

- Anúncio -
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

- Anúncio -