Foto:TRagora,/grupo Artefato de Serrolândia-BA.

 

Na manhã deste sábado, 29, mulheres de Jacobina e região aderiram ao movimento #EleNão e foram as ruas em protesto contra o candidato a presidente da república Jair Bolsonaro (PSL).

Em Jacobina, o ato foi marcado por intervenções artísticas e culturais, com apresentação de teatro, poesia e música e ganhou o apoio de homens, jovens estudantes e a adesão de diversos setores da sociedade.

A maioria dos participantes vestiram camisas com frases e a hastag #EleNão, levantaram cartazes, balões, e entoaram músicas e gritos de protesto contra o presidenciável.

O candidato tornou-se conhecido por declarações polêmicas sobre negros, mulheres e LGBTs.

Bolsonaro é acusado de não respeitar as mulheres, de defender o retorno da ditadura militar, incitar o ódio, homofobia,  machismo e  racismo, o  que causou muita indignação em grande parte da população brasileira. O comportamento do político motivou um grupo de mulheres a criar a página “Mulheres Unidas contra Bolsonaro” e a hashtag #EleNão no Facebook, Twitter e Instagram. O movimento já ganhou a adesão de políticos e artistas brasileiros e internacionais.

Depois de ganhar ampla visibilidade nas redes sociais, o movimento ganhou apoio nas ruas, e neste sábado acontece o evento #EleNão por todo o todo Brasil e no exterior, ganhando repercussão nacional e mundial.

 

Confira abaixo,  fotos e vídeos do ato em Jacobina e cidades da região:

 

                                                                                                                                               Foto: FRNotícias/#EleNão em Capim Grosso-BA.

 

 

 

 

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário