Na noite desta terça-feira (2), um homem de 28 anos assassinou a própria tia, de 55 anos, arrancou o coração da vítima e o entregou para a filha dela. O rapaz, que veio de São Paulo, chegou a morar com a vítima, identificada como Maria Zélia. Tia materna dele, ela o teria acolhido por morar sozinha. O assassinato aconteceu na Rua Rio Negro, no Bairro Vila Bela, em Sorriso, no Mato Grosso.

De acordo com site ‘O Livre’, ao descobrir que o sobrinho era usuário de drogas, ela o expulsou de casa. Um filho da vítima ainda ajudou o primo a arrumar um novo lugar para morar. Testemunhas apontaram que, possivelmente, a frustração e a fúria em decorrência da expulsão levaram o acusado a cometer o crime.

Após cometer o crime, o suspeito teria arrancado e embrulhado o coração da tia. Em uma sacola – percorrendo mais de duas quadras, ele entregou o órgão para a prima. “Primeiro eu não acreditei quando ele disse que matou minha mãe. Ele nos ameaçou, dizendo que ia arrancar o coração de todos que estavam lá”, contou a filha da mulher, identificada como Patrícia Cosmos.

Após a informação da morte da mãe, todos correram para a casa de Maria, onde a encontraram no chão, com o peito aberto. A prima relatou ainda que, em seguida, o acusado pegou a chave de seu carro e fugiu. “Ele parecia estar fora de si. Confessou que era apaixonado por minha filha, de sete anos, disse que queria beijá-la e a levar junto com ele. Por minha sorte, havia mais pessoas comigo e impediram ele de sequestrar minha pequena”, relatou.

O suspeito foi preso logo depois do crime. Na delegacia, ele deve ficar em uma sela separada, já que os demais detentos ameaçaram um espancamento.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

*Atuou como Repórter nos jornais O Paraguaçu (Itaberaba/BA), Primeira Página (Jacobina/BA) e Oeste Hoje (LEM/BA). Sites: Camaçari Fatos e Fotos e Nossa Metrópole (Camaçari/BA). Atualmente, edita o portal TRagora e é Repórter do jornal Tribuna Regional.

Deixe Um Comentário