Segundo a colunista Mônica Bérgamo, o ex presidente Luís Inácio Lula da Silva está enfrentando a pressão da família e namorada – a socióloga Rosangela da Silva – para aceitar a possibilidade de cumprir o restante da sua pena em casa.
Preso desde abril do ano passado na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, Lula já cumpriu um sexto da sua pena total, o que permite o restante da sua condenação em regime semiaberto. O pedido foi feito na última semana por procuradores da Lava Jato.
O ex-presidente e sua defesa, porém, rejeitam a possibilidade de progressão de regime por acreditarem que ainda existem recursos possíveis para uma liberdade plena e não apenas parcial. Lula diz que voltará a conversar sobre o assunto na próxima segunda-feira (30).
O Supremo Tribunal Federal decide em outubro os pedidos feitos pela defesa do ex-presidente baseados nas trocas de mensagens da força-tarefa da Lava Jato divulgadas pelo site The Intercept Brasil.
O Dia
COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Desenbahia
BAN-728-X90-PX-mulher