O jornalista Romário da Silva Barros, fundador do site Lei Seca Maricá, foi morto a tiros, no final da noite de ontem (18), no município da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Romário foi encontrado dentro de um Volkswagen Gol cinza, com pelo menos três marcas de tiros na cabeça. Ainda não há informações sobre as motivações, nem sobre os autores do crime.

De acordo com o jornal O Dia, esse foi o segundo caso de jornalista morto em Maricá em menos de um mês. Em 25 de maio, o dono do Jornal O Maricá, Robson Giorno, de 45 anos, foi assassinado perto de casa. Ele e Romário eram conhecidos por noticiar acontecimentos políticos no município.

Por meio do Facebook, o prefeito da cidade, Fabiano Horta (PT), disse que a morte de Romário é “inaceitável” e que o município “não ficará sem resposta para essa barbárie”.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

*Atuou como Repórter nos jornais O Paraguaçu (Itaberaba/BA), Primeira Página (Jacobina/BA) e Oeste Hoje (LEM/BA). Sites: Camaçari Fatos e Fotos e Nossa Metrópole (Camaçari/BA). Atualmente, edita o portal TRagora e é Repórter do jornal Tribuna Regional.

Deixe Um Comentário