Quarenta e quatro cidade do sertão baiano, inclusive Jacobina deverão nos próximos anos receber água do Rio São Francisco.

(Por Carlos de Deus) – Foi publicado no Diário Oficial de União, na última quinta-feira (4) o edital para elaboração do projeto básico da 1ª etapa do Canal do Sertão Baiano. Ainda não há previsão das obras, mas já se sabe que a água será captada em Juazeiro e descerá por gravidade, integrando as bacias dos rios Salitre, Curaçá-Vargem, Macururé, Itapicuru, Tourão-Poções, Vaza-Barris, Paraguaçu e Jacuípe e após percorrer 300 quilômetros as águas irão desaguar na barragem de São José do Jacuípe,beneficiando 1,5 milhões de baianos, nos municípios de: Andorinha, Antônio Gonçalves, Caém, Caldeirão Grande, Campo Formoso, Capim Grosso, Filadélfia, Itiúba, Jacobina, Jaguarari, Miguel Calmon, Mirangaba, Pindobaçu, Ponto Novo, Queimadas, Quixabeira, Santaluz, São Domingos, Valente, Senhor do Bonfim, Serrolândia, Candeal, Capela do Alto Alegre, Gavião, Ichu, Mairi, Morro do Chapéu, Mundo Novo, Nova Fátima, Pé de Serra, Pintadas, Piritiba, Riachão do Jacuípe, São José do Jacuípe, Tapiramutá, Saúde, Uauá, Várzea da Roça, Várzea do Poço, Ourolândia, Umburanas, Várzea Nova, Sobradinho e Juazeiro.

Este importante projeto foi reativado, graças a articulação do deputado federal José Carlos Aleluia (DEM), que conseguiu junto a bancada baiana, incluir no Orçamento da União de 2018 uma emenda no valor de R$ 30 milhões, para licitar o projeto inicial.

 

 

 

 

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário