Dezenas de professores da rede municipal de ensino de Jacobina estão realizando, na manhã de hoje (21), um protesto contra a administração municipal. A manifestação começou por volta das 8h30, e saiu da Praça da Bíblia em direção ao Paço Municipal.

Segundo uma Carta Aberta divulgada pela APLB-Sindicato, a greve de 24 horas ocorre por vários motivos: melhoria na qualidade da merenda e do transporte escolar, falta de material didático, falta de fardamento, indeferimento de licenças prêmio, atraso da concessão das aposentadorias, dentre outros.

“Após 2 anos e 8 meses de diálogo com a atual administração municipal, bem como a espera e a protelação da efetivação dos nossos direitos, nós, profissionais da educação de Jacobina, representados pela APLB-Sindicato, deliberamos, em assembleia extraordinária, uma paralisação municipal de 24 horas no dia 21/-8/2019”, diz um trecho da Carta Aberta.

O TRagora ouviu Roberval Henrique Ferreira, secretário de Educação do município, que afirmou respeitar a manifestação, pois faz parte da democracia. Disse ainda estar aberto ao diálogo e que hoje a tarde irá sentar com o prefeito Luciano Pinheiro e buscar atender, dentro do possível, algumas das reivindicações.

COMPARTILHE

Sobre o Autor

Ex-vereador e Ex-presidente da Câmara de Vereadores de Jacobina, Carlos de Deus é formado em Administração de Empresas pela Universidade Norte do Paraná. Diretor-presidente do jornal Tribuna Regional e do site TrAgora.

Deixe Um Comentário


Desenbahia
BAN-728-X90-PX-mulher