Jailton Leres, presidente da Associação dos Moradores do Conjunto Habitacional Jacobina III e adjacências, dirigiu, na noite última quinta-feira (9), uma assembleia geral extraordinária para prestação de contas do biênio 2017/2018. Para isto, foram convocados todos os sócios contribuintes em pleno gozo dos seus direitos, que compareceram em grande número à sede da associação.

A maioria dos presentes aprovou por aclamação a prestação de contas, seguindo a mesma decisão do conselho fiscal da entidade que, também, foi pela sua aprovação.

Aprovadas as contas, o próximo passo será levar ao conhecimento do juiz da Comarca para que ele autorize a realização do processo eleitoral para nova diretoria da entidade. Apenas 178 sócios contribuintes que estão em dia com as mensalidades poderão votar e ser votados, conforme dispõe o estatuto.

Jailton Leres, que é candidato à reeleição pela Chapa 1, deve enfrentar João Mota Novaes, autor da ação judicial que suspendeu as eleições no bairro, já que o candidato anterior da Chapa 2, Fernando Rios Filho, o popular Frangão, estaria impedido de participar do processo por não estar em dia com as mensalidades da associação.

Ao final da reunião, o atual presidente agradeceu a confiança de todos em seu trabalho e aproveitou o momento para rebater as críticas dos seus opositores e anunciar que deve processar aqueles que o acusaram injustamente.

Jailton Leres foi bastante aplaudido ao anunciar que também será pré-candidato a vereador nas próximas eleições municipais.

Aperte o >PLAY e veja as entrevistas do presidente da associação, Jailton Leres, e do seu oponente, João Mota Novaes:

 

COMPARTILHE

Sobre o Autor

*Atuou como Repórter nos jornais O Paraguaçu (Itaberaba/BA), Primeira Página (Jacobina/BA) e Oeste Hoje (LEM/BA). Sites: Camaçari Fatos e Fotos e Nossa Metrópole (Camaçari/BA). Atualmente, edita o portal TRagora e é Repórter do jornal Tribuna Regional.

Deixe Um Comentário