Em entrevista ao site UOL, a irmã do jornalista Paulo Henrique Amorim, Marília Amorim afirmou que acredita que o baque do afastamento da Record teria sido um dos motivos para o falecimento do apresentador. “Falamos pouco porque estava na França. Ele teve vários casos de perder o lugar dele por pressão política. Ele escreveu pra mim e falou: ‘Não se preocupe, você sabe que eu tive isso várias vezes e que eu aguento o tranco”, contou emocionada.

Ela disse ainda que, apesar de estar familiarizado com a situação, o baque de ter perdido o posto na Record pode ter sido forte demais. “Me lembro que na Band ele tinha acabado de receber dois prêmios por dois programas: um era o jornal das 20h e outro era um programa de entrevistas chamado Fogo Cruzado. Poucos dias depois do prêmio, ele perdeu o programa por pressão do Fernando Henrique. Ele já conhecia isso, mas claro que sempre é um baque forte. Parece que dessa vez foi demais e ele não aguentou”.

O corpo do jornalista foi velado na manhã desta quinta (11), na sede da Associação Brasileira de Imprensa, no Centro do Rio. Antes, Paulo Henrique Amorim estava fastado do ‘Domingo Espetacular’ semanas antes de vir a falecer, sob suspeita de pressão política. Ele havia perdido espaço na TV por esse motivo em ocasiões passadas. Radar

COMPARTILHE

Sobre o Autor

*Atuou como Repórter nos jornais O Paraguaçu (Itaberaba/BA), Primeira Página (Jacobina/BA) e Oeste Hoje (LEM/BA). Sites: Camaçari Fatos e Fotos e Nossa Metrópole (Camaçari/BA). Atualmente, edita o portal TRagora e é Repórter do jornal Tribuna Regional.

Deixe Um Comentário