O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) abriu processo seletivo simplificado para 2.658 vagas de níveis médio e superior. São 1.343 vagas para coordenador censitário subárea, que exige nível superior de qualquer área, e 1.315 vagas para agente censitário operacional, distribuídas pelas 27 unidades da Federação. Os salários são de R$ 3.100 para coordenador e de R$ 1.700 para agente.
Os candidatos a coordenador censitário subárea devem ter ainda Carteira Nacional de Habilitação definitiva ou provisória, dentro do prazo de validade, no mínimo para a categoria B.
O coordenador exerce atividade de natureza técnica em um conjunto de municípios, por isso, ele precisa ter carteira de habilitação para o deslocamento. Já o agente censitário operacional desempenha a função de suporte administrativo e de informática para as equipes das unidades estaduais.
O edital prevê reserva de 5% das vagas para pessoas com deficiência (PcD) e de 20% para pessoas pretas ou pardas (PPP).
As 1.343 vagas para coordenador estão distribuídas por todos os estados, em diversos municípios. Já as 1.315 vagas para agente estão distribuídas entre as 27 capitais – o quadro de vagas completo está no edital.
O período máximo da contratação é de 12 meses, podendo ser prorrogado por igual período. Os contratos terão vigência de 30 dias, podendo ser sucessivamente prorrogados por igual período, de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. O desempenho dos contratados será avaliado mensalmente.
A jornada de trabalho será de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Os contratados terão direito aos auxílios alimentação, transporte e pré-escolar, além de férias e 13º salário proporcionais.
As inscrições devem ser feitas de 25 de setembro a 15 de outubro neste link. As taxas são de R$ 42,50 para agente e de R$ 58 para coordenador.
As provas estão previstas para 8 de dezembro e serão realizadas nos 1.031 municípios onde são oferecidas vagas para coordenador censitário.
Para ambas as funções, as provas terão 60 questões objetivas, divididas em dois módulos, de conhecimentos básicos e específicos. O módulo básico tem três disciplinas: língua portuguesa, raciocínio lógico quantitativo e ética no serviço público. Já o módulo de conhecimentos específicos tem a disciplina de noções de administração e situações gerenciais para a função de coordenador e as disciplinas de noções de informática e noções de administração para a função de agente.
O resultado final está previsto para o dia 10 de janeiro de 2020.
Bahia Notícias
COMPARTILHE

Sobre o Autor

Ex-vereador e Ex-presidente da Câmara de Vereadores de Jacobina, Carlos de Deus é formado em Administração de Empresas pela Universidade Norte do Paraná. Diretor-presidente do jornal Tribuna Regional e do site TrAgora.

Deixe Um Comentário


Desenbahia
BAN-728-X90-PX-mulher