Menu

Homem que matou jornalista a facadas e pedradas é condenado a quase 18 anos

TRagora 6 anos atrás

Mateus Vilian Alecrim Dourado Araújo, de 32 anos, autor confesso da morte da jornalista Daniela Bispo, no prédio onde a vítima trabalhava, situado na Av. Tancredo Neves, em Salvador, foi condenado por júri popular nesta sexta-feira, 19, a 17 anos, 10 meses e 15 dias de prisão em regime fechado.

O julgamento, que começou pela manhã e se encerrou no início da noite, aconteceu no Fórum Ruy Barbosa, em Nazaré. O crime aconteceu no dia 13 de novembro de 2017. Daniela foi encontrada com marcas de espancamento e perfurações causadas por uma faca.

Mateus Vilian foi preso no mesmo dia em que o corpo de Daniela foi achado e confessou o crime. Eles trabalharam juntos em uma empresa de call center, onde se conheceram.

De acordo com o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Mateus Vilian foi sentenciado por homicídio qualificado (motivo torpe, recurso que tornou impossível a defesa da vítima e meio cruel). O juri afastou a qualificadora do feminicídio.

 

Fonte:Atarde

- Anúncio -
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

- Anúncio -