No cortejo do 2 de Julho cabem manifestações políticas dos mais variados espectros políticos. Hoje, parte da população pedia a liberdade do ex-presidente Lula, preso em Curitiba, no Paraná.

Pouco depois do grupo, outras pessoas desfilaram com bandeiras do Brasil e ovacionavam o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL). O encontro entre os grupos antagonistas gerou momentos de tensão. Confira:

COMPARTILHE

Sobre o Autor

*Atuou como Repórter nos jornais O Paraguaçu (Itaberaba/BA), Primeira Página (Jacobina/BA) e Oeste Hoje (LEM/BA). Sites: Camaçari Fatos e Fotos e Nossa Metrópole (Camaçari/BA). Atualmente, edita o portal TRagora e é Repórter do jornal Tribuna Regional.

Deixe Um Comentário