Menu

Filarmônica 2 de Janeiro participa do 27° Encontro de Filarmônicas em Salvador

TRagora 6 anos atrás

Neste 02 de julho, dia em que comemoramos a independência da Bahia, aconteceu em Campo Grande, Salvador o 27º encontro de Filarmônicas da Bahia.

O evento contou com abertura da Filarmônica e Coral da Casa Pia de São Joaquim e Filarmônica Ambiental. Seguida de apresentaçção da Filarmônica 19 de Março de Acupe, da Minerva Cachoeirana, Filarmônica 2 de Janeiro de Jacobina e da Oficina de Frevos e Dobrados, com participação especial do compositor Gerônimo.

O Encontro de Filarmônicas acontece há 27 anos sem interrupção e se tornou o principal meio de expressão das Bandas Filarmônicas diante do grande público na Bahia. Essas instituições somadas – 285 em todo o estado – formam o principal meio de inclusão social e profissional através da música, um quadro que se reproduz em todo o Brasil.

Na Bahia as filarmônicas contemplam cerca de 15 mil crianças e adolescentes  que recebem aulas de música e aprendem a conviver e ter responsabilidade dentro de um conjunto. Essas instituições estão há mais de 12 anos sem um programa governamental de apoio, sobrevivendo de suas apresentações e de suportes locais, sobrevivendo apenas com o apoio de sócios contribuintes. O Encontro de Filarmônicas no 2 de Julho tem sido a oportunidade de se apresentarem na capital, em uma data significativa para a nossa cultura, em um palco de grandes dimensões, com sonorização, iluminação e cobertura de todos os meios de comunicação. Este não, em nosso palco, duas corporações – de Cachoeira e Jacobina – vêm comemorar 140 anos de atividades musicais.

Fotos  da Filarmônica 2 de Janeiro divulgando o nome de Jacobina através da arte e enchendo os jacobinenses de orgulho.

 

Com informações Augusto Urgente

- Anúncio -
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

- Anúncio -