Menu

Falta de moedas prejudica o funcionamento dos Correios em Jacobina

TRagora 6 anos atrás

Em tempos de crise econômica,  poupar moedas pode ajudar na aquisição de determinado produto, e muita pessoas tem um cofrinho em casa onde costumam guardar moedas. No entanto, guardar moedas impacta na circulação do dinheiro e no ato de ‘passar o troco’ no comércio de um modo geral. Supermercados, loterias, padarias, farmácias e demais estabelecimentos acabam sendo impactados com a falta de moedas e a inviabilizando transações.

Essa baixa circulação de moedas e notas de baixos valores também tem prejudicado o funcionamento da agência dos Correios de Jacobina.  Leitores do Tribuna Regional e clientes dos Correios, que não quiseram se identificar, procuraram a redação e relataram que por diversas vezes não conseguiram  realizar postagens de cartas e encomendas, pois os funcionários alegaram não tem troco.

Na tarde desta quarta-feira, 24, a reportagem do TR se dirigiu até a agência para ouvir o posicionamento da gerência  dos Correios. A gerente Rita Farias  informou que realmente a agência tem encontrado dificuldades para operar em razão da falta de dinheiro trocado para passar troco ao cliente. No entanto, a equipe de funcionários tem unido esforços para não deixar de realizar os serviços ofertados.

“Por muitas vezes, o troco estar no bolso do próprio cliente, o que fazemos é pedir que ele nos passe dinheiro trocado. Temos buscado ajuda no comércio local para trocar dinheiro, porém está faltando dinheiro em todos os setores do comércio, e isso nos afeta também. A maioria de nossos serviços de postagens requer troco em moedas, principalmente de cinco centavos. Já comunicamos essa dificuldade aos cliente e a diretoria dos Correios, que estar ciente da situação e buscando soluções. Mas, até o momento não deixamos de realizar nenhum serviço”, disse Rita Farias.

Rita Farias também pediu aso clientes e sociedade em geral que colaborem com o melhor funcionamento dos correios levando dinheiro trocado para realizar suas postagens.

 

Redação TRagora.com

 

 

- Anúncio -
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

- Anúncio -